11
Nov 08

A REGRA DO JOGO

 

Adivinham-se tempos difíceis:

a obsessão apoderou-se das tribos;

uma vírgula pode ser um crime,

a ameaça esconde-se numa frase incompleta.

Os jornais encheram-se de notícias peregrinas,

os editoriais ponderam. Murmura-se

nas fileiras, a especulação prospera.

Com um salário que é como mau tecido,

depois da primeira lavagem, o funcionário público

poupa na fruta, no tabaco, no queijo. Amanhã,

de comboio, a História enfrentará o seu destino,

ou, pelo menos, uma cópia que levará tempo

(medido em lustros) a rasurar.

 

in Nada tão importante, que não possa ser dito, Assírio & Alvim, 2007

 


Pequena biografia de José Alberto Oliveira:  médico cardiologista  e poeta. É natural de Souto da Casa, Fundão, e reside actualmente em Lisboa. O seu primeiro livro de poesia sai em 1992, na Assírio & Alvim. São óbvias  em si as influências da poesia de língua inglesa. Traduziu autores como Auden, Russell Edson, Frank O’Hara e Charles Simic. Está representado na colectânea de poesia Rosa do Mundo — 2001 poemas para o futuro.

postado pelo Casa dos Poetas às 13:40
Canção:: Beatles - Across the universe
Poesia e Alguns dos Poetas da Casa: , ,

21
Out 08

A CABRA desafia o vento

- o frio desce

das penhas.

.

.

in Bestiário

José Alberto Oliveira (1952)

postado pelo Casa dos Poetas às 09:00
Canção:: The Killers - Human
Poesia e Alguns dos Poetas da Casa: , ,

PARCEIROS
pesquisar neste blog
 
Membros no activo
Ana Luísa Silva / Joana Simões / Ana Coreto / José Eduardo Antunes / Tiago Nené
arquivos
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO