12
Fev 09

OUTRO POEMA

 

Nunca escreverei um último poema.

Depois do que disser,

Haverá sempre as frases do improvável.

 

A aceitação revelará o limite desejado,

Mais nítido

Do que todos os que poderia encontrar.

 

Não me pertence a última palavra

E não deixarei lembranças.

 

Apontarei para a dispersão

Por meio de um afectuoso silêncio.

 


Joel Henriques

In A Claridade

Verão de 2008

Casa do Sul

 

Joel Henriques é um poeta nascido nas Caldas da Rainha em 1979. Lançou o Fio da Voz, o seu primeiro livro, em 2007. Em A Claridade, de onde retirámos o poema supra, encontramos um livro recheado de poemas muito expressivos, com uma vivacidade subtil, expressa na arte de dizer muito por poucas palavras. Foi uma boa surpresa em 2008 e continuamos a recomendá-lo aos nossos amigos.

 

 

 

 

Se gostou deste post, considere subscrever o nosso feed completo.

Ou entao subscreva a Casa dos Poetas por Email!

postado pelo Casa dos Poetas às 16:00
Canção:: Oasis - I'm outta time
Poesia e Alguns dos Poetas da Casa: ,

PARCEIROS
pesquisar neste blog
 
Membros no activo
Ana Luísa Silva / Joana Simões / Ana Coreto / José Eduardo Antunes / Tiago Nené
arquivos
links
blogs SAPO