12
Fev 09

O POETA

 

O poeta teve de chorar muitos dias e noites

antes de se tornar poeta.

Com trinta anos apenas,

o poeta já tinha chorado muito pelos outros.

 

Ser poeta quer dizer: estender as mãos.

Ser poeta quer dizer: consolação.

O poeta está sempre ao lado

dos aflitos, dos pobres, dos sofredores.

Neste mundo de desigualdade,

ele é irmão de todos os solitários.

 

O poeta nunca se encontra sozinho,

ele alberga em si toda a sabedoria do povo.

 

Por fim, emudecido, o poeta morre

para que renasça como poema.

 

Ele é, para sempre, uma estrela fiel no firmamento.

 

 

***

 

Ko Un nasceu a 1 de Agosto de 1935, na província Jeolla do Norte, Coreia do Sul. É um dos mais importantes e produtivos poetas coreanos da actualidade. Passou dez anos num convento budista. Em 1960 é publicado o seu primeiro livro de poesia. Desde então publicou para cima de cem livros. Nos anos 70, princípios dos anos 80, foi perseguido, preso e torturado devido ao seu empenhamento político. Ko Un é, desde há anos, um dos sérios candidatos ao Prémio Nobel da Literatura.

 

 

***

 

 

Adaptação para o português de Luís Costa, a partir da tradução feita do coreano para o alemão por Woon-Jung Chei e Siegefried Schaarshmidt.

Este poema encontra-se no Livro “ Die Sterne über dem Vater Land der Väter “

Bibliothek Suhrkamp, 1996

 

 

 

Se gostou deste post, considere subscrever o nosso feed completo.

Ou entao subscreva a Casa dos Poetas por Email!

postado pelo Casa dos Poetas às 10:30
Canção:: U2 -No line on the horizon
Poesia e Alguns dos Poetas da Casa: ,

PARCEIROS
pesquisar neste blog
 
Membros no activo
Ana Luísa Silva / Joana Simões / Ana Coreto / José Eduardo Antunes / Tiago Nené
arquivos
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO