17
Nov 08

A tecedeira seguiu

com as mãos

o movimento do sol

 

A tecedeira criou

o mundo

com os dedos leves de amaciar

as fibras.

 

 

 

Aquela mulher que rasga a noite

com o seu canto de espera

não canta

Abre a boca

e solta os pássaros

que lhe povoam a garganta

 

 

 

Ana Paula Ribeiro Tavares é uma poetisa e historiadora angolana. Estreou-se na poesia com o livro Ritos de Passagem (1985) e só muito mais tarde, em 1998, lança o seu segundo livro: O Sangue da Buganvília. Em 2004 foi distinguida com o Prémio Mário António de Poesia 2004, da Fundação Calouste Gulbenkian. O seu mais recente livro de poemas intitula-se Manual Para Amantes Desesperados.

 

 

Se gostou deste post, considere subscrever o nosso feed completo.

Ou entao subscreva a Casa dos Poetas por Email!

postado pelo Casa dos Poetas às 19:30
sinto-me: já bebia um café
Canção:: Ben's symphonic orchestra - Rockets (album drifting)
Poesia e Alguns dos Poetas da Casa: ,

PARCEIROS
pesquisar neste blog
 
Membros no activo
Ana Luísa Silva / Joana Simões / Ana Coreto / José Eduardo Antunes / Tiago Nené
arquivos
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO