28
Nov 08

AMOR É SÍNTESE

 

Por favor não me analise,

Não fique procurando cada ponto fraco meu,

Se ninguém resiste a uma análise profunda,

Quanto mais eu

Ciumento, exigente, inseguro, carente,

Todo cheio de marcas que a vida deixou.

Vejo em cada grito de exigência

Um pedido de carência, um pedido de amor.

Amor é síntese,

É uma integração de dados,

Não há que tirar nem pôr.

Não me corte em fatias,

Ninguém consegue abraçar um pedaço,

Me envolva todo em seus braços

E eu serei perfeito, amor.

 

 

Mário Quintana foi um grande poeta brasileiro, nascido em Alegrete. Com um estilo sarcástico e sabendo como poucos usar o humor na poesia, é conhecido como o poeta das coisas simples.

 

 

Se gostou deste post, considere subscrever o nosso feed completo.

Ou entao subscreva a Casa dos Poetas por Email!

postado pelo Casa dos Poetas às 22:00
sinto-me: TRISTE
Canção:: Delfins - Haja o que houver
Poesia e Alguns dos Poetas da Casa:

recital:
adorei o poema...
Dryelly a 21 de Novembro de 2012 às 14:51

PARCEIROS
pesquisar neste blog
 
Membros no activo
Ana Luísa Silva / Joana Simões / Ana Coreto / José Eduardo Antunes / Tiago Nené
arquivos
links
blogs SAPO