07
Nov 08

Junto ao Retrato

 

Era vermelha a rosa

que a minha mulher cortou para pôr junto ao retrato

de minha mãe, que fazia anos ontem.

era de um fulgor surdo e recatado,

a implodir tantas coisas já sem nome

para o interior macio das pétalas.

 

"Pus uma rosa do jardim junto ao retrato

da tua mãe", disse ela então ao telefone,

"uma rosa vermelha muito bonita", acrescentou

com uma leve sombra na voz e era sombria

a rosa, mesmo ao telefone, por ser o dia

dos seus anos. e era sombrio recordá-la.

 

Uma flor pode ser de uma obscura incandescência

junto de alguém. prende-se a delicados filamentos da memória

como a cabelos enredados. era sombria a rosa

sobre a cabeça branca, o olhar bondoso, as feições plácidas,

o que de minha mãe não se desfigorou

e a rosa iluminava devagar,

junto ao retrato.

 

Vasco Graça Moura é poeta, tradutor e político. É considerado um nome central na poesia portuguesa. São dele importantes traduções de poetas mundiais tais como,Dante, Petrarca e Shakespeare.

 

in poemas com pessoas

Quetzal Editores, Lisboa, 1999

postado pelo Casa dos Poetas às 21:30
Canção:: Radiohead- Wolf at the door
Poesia e Alguns dos Poetas da Casa: , ,

PARCEIROS
pesquisar neste blog
 
Membros no activo
Ana Luísa Silva / Joana Simões / Ana Coreto / José Eduardo Antunes / Tiago Nené
arquivos
links
blogs SAPO