01
Nov 08

 

 

 

Maçã

 

Por um lado te vejo como um seio murcho

Pelo outro como um ventre de cujo umbigo pende ainda o cordão placentário

És vermelha como o amor divino

 

Dentro de ti em pequenas pevides

Palpita a vida prodigiosa

Infinitamente

 

E quedas tão simples

Ao lado de um talher

Num quarto pobre de hotel

 

 

Manuel Bandeira

in poesia brasileira do século xx

 

 

Nota do autor do blogue: a poesia brasileira tem estado um pouco esquecida. Não só neste blogue mas também nos outros blogues portugueses que se dedicam à promoção da poesia. Na casa dos poetas vamos tentar colmatar essa lacuna, trazendo os melhores poetas brasileiros de sempre, bem como os poetas contemporâneos, mostrando quais as novas tendências da poesia que se faz para lá do atlântico.

postado pelo Casa dos Poetas às 15:00
Canção:: Caetano Veloso - Leãozinho
Poesia e Alguns dos Poetas da Casa: ,

recital:
Olá!
Passei por aqui e fiquei pasmado ai ver uma maravilha de blog!
Fiquei de boca aberta que por acaso entrou-me um mosquito e picou-me no céu da boca!
x)
(Na brinca(gozo))
Mas agora a SERIO...
O teu blog esta...
nem tenho palavras para o descrever!
Fogo ...
Bem olha passa no meu e eixa um coment!
ok??
xau fika bem!!
(Fábio) a 1 de Novembro de 2008 às 15:05

PARCEIROS
pesquisar neste blog
 
Membros no activo
Ana Luísa Silva / Joana Simões / Ana Coreto / José Eduardo Antunes / Tiago Nené
arquivos
links
blogs SAPO