22
Out 08

Helder Moura Pereira, um dos nossos poetas favoritos, ganhou o Prémio Pen Clube de Poesia de 2008 pela obra Segredos do Reino Animal (Assírio & Alvim, 2007), prémio entregue igualmente a Daniel Jonas pelo excelente livro Sonótono, lançado pela Cotovia)

 

Mais tarde dedicaremos algum tempo a Daniel Jonas. Por agora este singelo poema de Helder Moura Pereira, em jeito de homenagem.:

 

Fica ao menos o tempo de um cigarro, evita

comigo que este tempo ande. Lá fora

são as casas, vive gente à luz de um candeeiro,

o som que nos chega apagado pela distância

só denuncia o nosso silêncio interrompido.

Ajuda-me, faremos o inventário das coisas

menos úteis, mágoas na mágoa maior do tempo.

Fica, não te aproximes, nenhum dia

é menos sombrio, quando anoitecer vamos ver

as árvores cercando a casa.

 

 In Entre o Deserto e a Vertigem

 

postado pelo Casa dos Poetas às 01:41
Canção:: Robert Miles - Children
Poesia e Alguns dos Poetas da Casa: , ,

PARCEIROS
pesquisar neste blog
 
Membros no activo
Ana Luísa Silva / Joana Simões / Ana Coreto / José Eduardo Antunes / Tiago Nené
arquivos
links
blogs SAPO